ABES

http://www.abes-sp.org.br/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/330350economiaagua.jpglink
http://www.abes-sp.org.br/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/241326diadesol2015.jpglink
http://www.abes-sp.org.br/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/514816banner_1.jpglink
http://www.abes-sp.org.br/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/611994jps080916.jpglink
Home Notícias Notícias ABES Relator da ONU: “Natureza sabe o que fazer, mas existem limites”
Relator da ONU: “Natureza sabe o que fazer, mas existem limites” PDF Imprimir E-mail
Ter, 20 de Março de 2018 17:10

O painel do Relatório Mundial das Nações Unidas sobre o desenvolvimento dos Recursos Hídricos (WWDR) apresentado nessa segunda-feira (19), abordou o tema “Soluções para a água baseadas na natureza”. Durante o encontro, os palestrantes apresentaram alternativas para que a natureza seja utilizada em prol do aperfeiçoamento da gestão da água, envolvendo a conservação ou a reabilitação de ecossistemas naturais.

alt

De acordo com Stefan, Uhlenbrook, diretor do Programa Mundial de Avaliação dos Recursos Hídricos liderado pela Unesco, e coordenador do estudo, “a natureza sabe o que fazer, mas existem limites do quanto podemos explorá-la”. “O ecossistema excederá em breve a sua capacidade em suportar toda a degradação que vem ocorrendo”, afirmou.

O uso da água aumentou em âmbito mundial, em virtude do crescimento populacional, do desenvolvimento econômico, entre outros fatores. Muitos países já estão passando por situações de escassez hídrica, e devem lidar com esse problema de forma ainda maior a partir de 2050.

O documento traz evidências de que as alterações nos ecossistemas contribuíram para o desaparecimento de várias civilizações, e que se não for feito algo para trabalhar com a natureza, ao invés de ir contra ela, o fim provavelmente será o mesmo. “O intuito do Fórum é mostrar alternativas e deixar claro que se continuarmos no mesmo caminho em que estamos, iremos encarar consequências drásticas e irreversíveis, como enchentes e outros efeitos advindos da falta de água”, cita a diretora-geral da Unesco, Audrey Azoulay.

A grande questão, segundo alguns palestrantes, é que não existe ainda uma clareza a respeito das soluções que a natureza pode apresentar. Além disso, existem também soluções urbanas, como infraestrutura verde (prédios verdes) que são usados para gerenciar e reduzir riscos gerados pela poluição derivada do escoamento urbano.

A gestão na agricultura também foi ressaltada pelos participantes. Eles defendem que, com uma boa gestão, pode-se melhorar de forma significativa a disponibilidade de água e obter uma produção sustentável. O relatório também fala da redução das inundações, trabalhando diferentes tipos de estrutura afim de evitá-las.

No painel, os palestrantes enfatizaram a necessidade de proteger os ecossistemas. Eles citaram, ainda, que é preciso manter a população mais informada e trabalhar melhor as parcerias com o governo e investidores, apresentando mais e melhores informações baseadas em evidências.

O documento apresentado pela ONU mostra que o apoio financeiro é necessário para as soluções baseadas na natureza, porém não é suficiente, uma vez que deve-se fazer bom uso dele, redirecionando o financiamento existente e administrando o gasto, utilizando o dinheiro de forma diferente. A legislação também aparece como uma ferramenta importante e que deve ser repensada.

“Necessitamos apoiar as instituições e o seu papel, pois estamos buscando soluções. Precisamos do apoio da comunidade científica”, conclui o embaixador italiano Antonio Bernardi.

Participaram do painel Essa sessão foi coorganizada pela Convenção sobre diversidade biológica, ONU Meio Ambiente, UNESCO, IUCN, WWF, Conselho Mundial de Água, WaterLex e Universidade das Nações Unidas.

 

Fonte: 8° Fórum Mundial da Água

 

Eventos

«   Abril 2018   »
dstqqss
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
     
Veja mais eventos

Receba nossos informativos

Rua Eugênio de Medeiros, 242 - 6º andar - Pinheiros - 05425-900
São Paulo - SP
Mapa de localização

Tel / Fax: 11 3814 1872 e 11 2729 5510
Fale conosco

ABES-SP - Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental